Como ganhar dinheiro fazendo móveis sob medida! Dicas para marcenarias!

Como ganhar dinheiro fazendo móveis sob medida? Veja 7 dicas!

Os móveis sob medida são uma excelente opção para quem quer aproveitar da melhor maneira possível os espaços, sempre aliando eficiência e estética. Exatamente por isso, esse é um mercado em constante ascensão e uma possibilidade real de empreendimento para muitos marceneiros.

Produzir um mobiliário planejado é oferecer funcionalidade e praticidade na rotina, já que tudo é projetado de acordo com as necessidades específicas do cliente. Além disso, quem opta por esse tipo de móvel prefere sempre seguir a mesma linha de decoração em todos os ambientes, o que garante projetos — e lucratividade — maiores.

Sendo assim, montar uma loja voltada para o segmento pode ser uma ótima oportunidade de negócio. Mas, em um mercado concorrido como esse, o empreendedor precisa estar atento a certos detalhes. Por isso, separamos algumas dicas para você começar a ganhar dinheiro fazendo móveis sob medida. Vamos lá?

O mercado de móveis sob medida

Segundo estudo realizado pela IEMI Inteligência de Mercado, o consumo de móveis sob medida no Brasil chegou a 35,9 milhões de peças em 2016, atingindo um valor de comercialização de R$ 16,3 bilhões.

Esse ramo já corresponde a 9,9% do setor moveleiro nacional, empregando 25,6 mil funcionários, com produtos distribuídos em 5,7 mil pontos de vendas.

Em valores, o segmento de móveis sob medida já corresponde a 23,8% das receitas geradas pelo setor e por 21,6% das vendas do varejo. E, para quem quer ganhar dinheiro nessa área, há um dado extremamente animador: o preço médio por peça é quase 3 vezes superior à média do setor moveleiro!

Modernização do setor

Um dos motivos para o crescimento do segmento foi a facilidade de crédito aliada a padrões mais acessíveis e ecológicos de madeira, como o compensado, o MDF e as madeiras de restauração. Tudo isso acabou barateando o custo do produto e, consequentemente, alavancando as vendas.

Por outro lado, os consumidores estão mais exigentes. Por isso, o empreendedor precisa ter em mente que já não basta oferecer um preço competitivo para ganhar o cliente. Esse novo comprador também procura uma marca que seja coerente, que preze pela qualidade em todas as etapas do processo e que comunique seus valores.

Sendo assim, abrir um negócio de móveis sob medida é uma excelente oportunidade de ganhar dinheiro, mas também um desafio para quem está disposto a se diferenciar, oferecendo soluções completas e inovadoras aos seus clientes.

moveis-sob-medida

Dicas para ganhar dinheiro fazendo móveis sob medida

Para iniciar nesse ramo — ou mesmo aumentar os lucros —, você precisará fazer um planejamento. Lembre que cada decisão vai gerar um impacto sobre o seu negócio. Então, analise cada passo com cuidado.

Confira as dicas que separamos para que você consiga planejar cada etapa do processo.

1. Tenha um showroom

Ao montar seu negócio, deixe um espaço reservado para mostrar exemplos de ambientes produzidos por você, enfatizando os diferenciais do seu material, as ideias de aproveitamento de cantos e altura ou a praticidade do projeto.

Por isso, na hora de escolher um ponto, leve em consideração — além da boa localização — a dimensão do empreendimento. Para comportar uma estrutura mínima composta por showroom, escritório, copa e banheiro são necessários, pelo menos, 80m² de área.

É claro que, dentro desse espaço, não será possível mostrar toda a diversidade do seu trabalho. Então, defina quais serão os tipos de móveis que vão compor o lugar. O ideal é apresentar soluções inteligentes e elegantes para cada ambiente: cozinha, dormitório, escritório etc. Caso opte por trabalhar com a linha corporativa, mostre alguns exemplos também.

Não se esqueça, também, que a apresentação da loja é fundamental. Iluminação, acessórios, objetos de decoração, revestimentos e pintura são importantes para obter um clima agradável. Além disso, o ambiente precisa ser funcional, com espaço para a circulação de clientes, boa ventilação etc.

Caso a produção dos móveis ocorra no mesmo espaço, será necessário reservar uma área para a fábrica, que, inicialmente, não precisa ser grande. Ela pode ficar em um galpão nos fundos, por exemplo.

2. Tenha um capital para investimento e adquira equipamentos de qualidade

O investimento inicial para abrir um negócio desse tipo dependerá da estrutura que você pretende montar. A dica é começar gastando menos dinheiro, com uma pequena loja e a oficina em anexo. A maior parte do investimento será destinada para a legalização do empreendimento, aluguel do ponto e compra de equipamentos.

Para a montagem dos móveis, é fundamental contar com ferramentas de qualidade. Entre os itens necessários, estão:

  • serra manual;
  • martelos;
  • talhadeiras;
  • alicates;
  • lixadeira;
  • furadeira;
  • serra de fita;
  • makita;
  • graminhos, entre outros.

Além disso, considere a compra de um veículo para a realização do serviço de frete e instalação dos móveis. Há financiamentos exclusivos para pessoa jurídica com taxas diferenciadas.

E, por fim, não se esqueça dos equipamentos e materiais necessários para o funcionamento do negócio. Para o escritório, por exemplo, você precisará de cadeiras, mesas, computadores, impressoras, telefones, armários e o que mais julgar necessário.

3. Procure bons fornecedores de matéria prima

A matéria-prima que será utilizada é um item fundamental para o sucesso do empreendimento. Quem fabrica móveis sob medida precisa contar com bons fornecedores de madeira e de acessórios, que inclui desde o parafuso até os puxadores e ferragens.

Isso porque a qualidade dos materiais influencia diretamente na durabilidade e resistência dos móveis que você vai vender. E acredite: consumidor nenhum aceita móveis frágeis, que se desgastam em poucos anos. Clientes que buscam por móveis sob medida estão dispostos a pagar mais caro por esse tipo de produto, porém querem algo diferenciado, que seja, de fato, resistente.

Também é recomendável que o empreendedor defina quais materiais serão utilizados. O MDF, por exemplo, é muito utilizado por ser durável e acessível. Mas também podem ser usadas madeiras de reflorestamento, como eucalipto, pinus, araucária e teca.

4. Conte com mão de obra qualificada

Trata-se de outro ponto essencial se o objetivo for ganhar dinheiro fazendo móveis sob medida. Por isso, escolha muito bem os profissionais que trabalharão com você. O projetista de móveis, por exemplo, é o responsável por entender os gostos e desejos dos clientes, transformando tudo em projetos que atendam às suas expectativas.

Então, além da qualidade técnica, eles precisam saber lidar com os consumidores e vender os móveis que planejaram. Enfim, essa, sem dúvida, é uma função estratégica dentro do negócio.

No seu quadro de colaboradores, você ainda precisará contar com o auxílio de:

  • um gerente administrativo;
  • marceneiros;
  • montadores;
  • recepcionista;
  • auxiliar de limpeza.

O número de funcionários — assim como ocorre com a quantidade de equipamentos — vai depender do tamanho do negócio.​ Mas, para amenizar os custos iniciais, comece com uma equipe enxuta. Com o crescimento da empresa, você, certamente, precisará empregar mais pessoas.

moveis-sob-medida

5. Organize seu processo produtivo

Para que seu empreendimento gere o lucro pretendido, é muito importante que você respeite e organize todas as fases do processo produtivo. Saiba mais:

Verificação das necessidades do consumidor

Quando o cliente chega à loja, verifique se ele tem um projeto pronto ou se precisa de um.

Tenha em mente que, apesar de o projeto, normalmente, não ser cobrado, ele acaba agregando valor à negociação, já que será exclusivo, dificultando, por exemplo, uma comparação com a concorrência.

Elaboração do projeto

É importante entender o que o cliente quer, suas necessidades e gostos. Para isso, faça perguntas abertas, ou seja, aquelas que o cliente pode responder com frases longas, como:

  • podemos utilizar MDF no projeto ou você prefere madeira de reflorestamento?
  • você prefere puxadores de inox ou modelos mais simples?

Essas perguntas ainda darão pistas sobre o valor monetário do projeto, enfim, se o cliente busca algo mais sofisticado.

Depois, para a elaboração do projeto, peça a planta do cômodo ou faça uma visita para anotar as medidas.

Apresentação e aprovação do projeto

Nesse momento, o vendedor ou projetista apresenta um projeto e seu orçamento para o cliente. Podem ocorrer eventuais ajustes, além de negociações de preço, forma de pagamento e prazo.

Com o projeto aprovado e o contrato assinado, o cliente realiza o pagamento conforme previamente acertado.

Visita técnica e projeto executivo

Depois de todas as alterações solicitadas, chega a hora de verificar as medidas por meio de uma visita técnica, independentemente de o projeto ter sido elaborado pela loja ou não.

Essa verificação resultará no chamado projeto executivo, que nada mais é do que o projeto final com todos os detalhes e medidas conferidos pelo projetista. O cliente confere tudo e, então, assina.

Recebimento do pedido

No momento do recebimento do pedido, o responsável pela fábrica verifica quais peças serão necessárias e em qual quantidade. Ele, então, faz a solicitação para os fornecedores.

Assim que a mercadoria chega na oficina, é necessário averiguar se está tudo correto e se não houve nenhuma avaria no transporte. Em seguida, começa a fabricação dos móveis.

Agendamento da instalação e entrega

Com os móveis prontos, o vendedor agenda com o cliente o melhor dia e horário para a instalação das peças. Às vezes, é necessário mais do que um dia. Por isso, é muito importante que isso seja acordado no momento da elaboração do contrato e, principalmente, que esse prazo seja cumprido.

Lembre que o cumprimento de prazos pode ser um diferencial na hora de o cliente escolher uma loja ou fabricante de móveis sob medida.

moveis-sob-medida

6. Automatize seu negócio

Como em qualquer tipo de empreendimento, a utilização de um sistema de gestão é fundamental. A automação e uso da tecnologia, no caso de um negócio de móveis sob medida, podem ajudar desde a etapa de elaboração de projetos, passando por funcionamento do caixa até softwares para integração de dados.

Em softwares específicos para uma loja de móveis sob medida você encontrará as seguintes funcionalidades:

  • simulação de ambiente;

  • projeto em 2D e 3D;
  • elaboração e geração de documentação técnica;
  • elaboração e geração de orçamento.

Além disso, é fundamental que a gestão do negócio também seja automatizada. Dessa forma, o empreendedor poderá se dedicar ao que realmente importa: a qualidade do móvel!

Softwares de gestão, por outro lado, oferecem uma série de benefícios, tais como:

  • controle e acompanhamento de clientes com gerenciamento de relacionamento (CRM — Customer Relationship Manager);
  • envio de e-mail personalizado para comunicação com os clientes;
  • contas a pagar;
  • contas a receber;
  • controle bancário (tarifas, taxas, cheques já compensados etc);
  • controle de despesas;
  • fluxo de caixa;
  • ERPs (sistemas de gestão que integram os dados dos diversos setores da empresa).

7. Divulgue o seu negócio

Como diz o ditado popular, “a propaganda é a alma do negócio”. Sendo assim, todo empreendedor que quer que seu negócio tenha destaque no mercado precisa divulgá-lo. E a boa notícia é que, hoje, existem maneiras simples e baratas de se fazer isso.

É importante que você saiba que toda comunicação deve, principalmente, atingir seu público-alvo. Antigamente, ela se restringia a cartões de visita, folhetos e propagandas em painéis, jornais ou revistas. Hoje, o marketing digital possibilita o alcance de um grande número de pessoas e um custo muito mais baixo.

Além disso, a presença do empreendimento na internet é fundamental, já que a rede é muito consultada por qualquer pessoa em busca de prestação de serviços. Publicar, por exemplo, um artigo em um blog ou site utilizando algumas técnicas específicas facilita a localização da empresa em buscadores como o Google.

Seu site ainda poderá apresentar as instalações da oficina, fotos de projetos desenvolvidos pela empresa, serviços oferecidos, depoimentos de clientes etc.

Confira outras formas de divulgação — online e offline:

  • mala direta com dicas de decoração para os clientes;
  • posts nas redes sociais, inclusive anúncios segmentados e pagos;
  • links patrocinados no Google;
  • participação em feiras e eventos;
  • parceria com construtoras;
  • projetos para apartamentos decorados;
  • parceria com arquitetos.

E não se esqueça de uma forma de divulgação antiga, porém eficiente: o boca a boca. Mas, para isso, mantenha um atendimento de excelência, afinal, apenas clientes satisfeitos recomendarão seu trabalho.

Enfim, trabalhando bem e seguindo essas dicas, você conseguirá ganhar dinheiro fazendo móveis sob medida.

Guia Marcenaria de Sucesso

Showing 3 comments
  • Jean
    Responder

    Amei!!! Parabens ótimo conteudo e dicção.

  • Sayure D. Santos
    Responder

    Excelente Post! Continuarei seguindo este Blog, aproveita e dá uma passadinha no meu. Tenho certeza que irá agregar bastante valor e conhecimento também. Te aguardo lá.. Gratidão!!

  • jeison
    Responder

    Ótimas dicas, muito bom!

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Insira o termo desejado e pressione Enter para buscar